53 ❀

00:04 Catarina Nóbrega 17 Comentários

Quando estás num dia de estágio normal e perguntam-te: "Posso fazer-te uma pergunta? Mas tu não leves a mal". Eu: "Diga". "Porquê é que tu não vais mais além do que isto aqui? Tu tens vontade, paciência, és tão inteligente. Porquê é que quisses-te voltar a fazer um estágio aqui? Porquê não continuar a estudar? (...)" A minha resposta foi muito lógica, em primeiro lugar conseguir fazer um estágio profissional, remunerado não é propriamente fácil, é preciso ter sempre cunha. A minha cunha, foi o meu eu, o que fui conquistando nos três meses de estágio curricular do ano passado. E em segundo lugar, não quero que os meus pais passem por situações financeiras instáveis. Já bastou ver os esforços que os meus pais faziam todos os dias para o meu irmão estudar em Lisboa. E eu não iria conseguir aceitar que eles passassem pelo mesmo novamente. E infelizmente na universidde da madeira não há grandes cursos por ai além. E vontade de aprender e de procurar saber mais nunca me falta, mas acho que já não tenho aquela paciência que é preciso. Já não sou capaz de pegar em livros e de estudar por gosto, nem sinto necessidade disso e não tenho saudades nenhumas de voltar a ser competitiva nas notas e por ai além.
With love, Catarina 

17 comentários:

  1. nem toda'gente precisa de ser medico ou advogado. acho que fizeste uma opção tao boa como outra qualquer :) e até bem sensata!

    r: sim! eu depois faço uma review la no blog ;)

    ResponderEliminar
  2. Quando não há vontade, não vale a pena insistir, porque isso só ia fazer com que a paciência fosse ainda menor. Mas isso não quer dizer que daqui a uns tempos a vontade de prosseguir dos estudos não apareça.

    ResponderEliminar
  3. Acho que fizeste bem em fazer um estágio profissional, entrares assim no mundo de trabalho e conseguires independência financeira. Mesmo que neste momento aches que não tens paciência nem vontade de voltar a estudar, possa ser que isso venha a mudar e que mais para a frente queiras e consigas avançar com os teus estudos sem sobrecarregar os teus pais :)

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns! É tão bom conquistarmos determinadas coisas com o nosso esforço. Puro esforço! Fico muito contente por ti! Infelizmente, também sinto esse esforço económico por parte dos meus pais e custa-me imenso. Por aqui também somos dois e não é nada fácil, por isso, sinto que é meu dever passar as cadeiras e dar o melhor de mim TODOS os dias :)) Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Boa sorte para o futuro profissional.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Se estás a fazer algo que gostas, não é o facto de vires a ter mais estudos que vai influenciar a tua vontade de querer saber mais ou de lutar por aquilo que realmente queres. Se estás bem assim, e se estás a fazer aquilo que gostas, então deixa-te estar :b


    Ohhhh, és uma fofiiiiinhaaaaaaaa <3 <3

    ResponderEliminar
  7. Não sei qual é a tua área, mas tenho a certeza de que vais ser muito bem sucedida! E és uma óptima filha, não há muitas assim :)

    ResponderEliminar
  8. Eu penso imensas vezes no esforço que os meus pais passam para eu estudar :o
    Que tudo te corra bem :))

    ResponderEliminar
  9. Boa! Sinceridade e sempre o mais importante!

    ResponderEliminar
  10. O mais importante é estar de bem com o próprio eu até onde vai sua busca ambicionando perspectivas temperadas pelas possibilidades para que não nos percamos por trilhas a nos imporem o que vai além dispomos superar. O melhor mesmo é estar de bem consigo mesma, parabéns por sua postura.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  11. Os meus parabéns pelo teu pensamento!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Se estás feliz assim, é o que interessa!

    ResponderEliminar
  13. Se estás feliz assim, é o que interessa!

    ResponderEliminar
  14. Compreendo a tua situação! Também eu já não sinto qualquer vontade de voltar a estudar mas, também, pela necessidade que tenho de trabalhar...

    MORNING DREAMS

    Sofia Silva, Beijos*

    ResponderEliminar
  15. O mais importante é que te sintas bem da maneira que estás :)

    ResponderEliminar